segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Filhos



Uma mãe me perguntou como cuidar do filho, que não gosta de fazer dever de casa e briga cada vez que ela o manda estudar, ajudar em casa ou ir para cama.
Eu lhe respondi:
Se você oferecer opções para uma criança, ela sempre escolherá o caminho mais fácil. É claro que crianças não gostam de fazer dever de casa nem de dormir cedo e adoram fazer com que as coisas corram do jeito que querem.
Conversando com esta mãe, percebi que ela permitia diversas vezes que as coisas corressem como o filho queria e ele já havia descoberto que a mãe sendo um pouco pressionada logo desistia. E quando forem coisas mais sérias? Um mau processo começou.



Os filhos precisam respeitar a figura da mãe. Saber que ele é a pessoa que mais os ama, mas que também impõe respeito.
Crianças precisam de limites, caso contrário, tornam-se inseguras. Elas precisam saber que podem contar com a mãe, mas também devem entender o que a mãe espera delas.
- Karen Berg -

Até amanhã!

4 comentários:

Jandira disse...

Oi Anjinho !
Quem será que inventou
a segunda-feira?
Se você souber me avisa
que eu o mato na terça.
Hoje tô com preguiça!
Tenha uma linda semana ... rsrsrsrs...

Ane disse...

Oi Tetê!As crianças são espertas,observadoras,e aprendem bem mais pelo exemplo,a postura tem que ser firme sempre.Um beijão!

Regina disse...

Tetê, minha amiga, é muito difícil educar uma criança!!

Tenho um sobrinho lindo, super inteligente, mas genioso que só!! rs...

No fundo, sempre sabemos que temos que impor limites, sermos firmes, mas... não resistimos ao encanto destes seres, cada vez mais evoluídos que sempre acabam derretendo nossos corações!...

Missão árdua, ao mesmo tempo maravilhosa!!

Querida, um beijo, tenha uma ótima semana!!

Blog do Beagle disse...

Tetê, sabe que já provei essa teoria sem ser mãe? Verdade!!! Eu lecionava e mantinha meus alunos presos ao que eu pretendia deles: conhecimento daquela matéria e boa educação e modos em sala de aula. Eles viviam agarrados em mim. Procuravam por mim nos intervalos para conversar assuntos de fora da sala de aula e muitas vezes, coisas de casa. Pediam conselhos e me agradeciam com montes de balas. Criança gosta de quem os orienta sem fazer chantagem. Gosta de elogio e de uma boa conversa para estabelecer limites. Bjkª. Elza