quarta-feira, 20 de junho de 2012

Não desista cedo demais

Uma das causas de fracasso mais comuns é o hábito de desistir, quando se é acometido de derrota temporária. Todos são culpados desse erro, numa ou noutra ocasião. Veja como exemplo a história verídica:

Um tio de R.U. Darby foi atingido pela “febre do ouro”, nos dias da corrida do ouro e lá se foi para o Oeste, para escavar e enriquecer. Foi trabalhar de pá e picareta. Após semanas de trabalho, foi recompensado pela descoberta do minério reluzente. Precisava de máquinas para trazer o minério para a superfície. Sem alarde, cobriu a mina, refez as pegadas que o levaram a sua casa, em Williamsburg, Maryland e contou aos parentes e alguns vizinhos do “achado”. Reuniram dinheiro para as máquinas necessárias e mandaram-nas por navio. O tio e Darby voltaram ao trabalho na mina.
O primeiro carro de minério foi extraído e enviado a uma fundição. O que voltou demonstrou que possuíam uma das mais ricas minas do Colorado! Com algumas cargas mais do minério, poderiam saldar as dívidas e depois viriam os enormes lucros.
As perfuratrizes penetraram na terra, enquanto aumentavam as esperanças de Derby e seu tio. Então, aconteceu que o veio de minério de ouro desapareceu... tinham chegado ao fim do arco-iris e o pote de ouro não estava mais lá! Continuaram a perfurar, tentando, desesperadamente, encontrar o veio de novo - tudo em vão.
Finalmente, resolveram desistir. Venderam a maquinaria a um negociante de ferro velho, por algumas centenas de dólares. O dono do ferro velho, sabendo que a mina fora abandonada, chamou um engenheiro de minas para que examinasse o local e o engenheiro concluiu que o veio seria encontrado novamente a apenas três pés de onde eles tinham parado de perfurar!
O dono do ferro velho, foi esperto em procurar o conselho de um perito, retomou o trabalho de perfuração e retirou milhões de dólares em minério da mina que havia sido abandonada.

Nunca desista de um projeto antes de tentar até o último recurso existente!
- Napoleon Hill -

11 comentários:

Brisa da Manhã disse...

Olá! Você sempre com maravilhosos posts! Template novo, heim... É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Beijos suaves da Brisa da Manhã

Anpara disse...

Olá! Passando para agradecer a visita ao Filosofando! Muito bom o post!Saúde e Paz. O resto a gente corre atrás! Bjs Ana Paula

Alfa & Ômega disse...

Tetê, coitado!!! Mas a sorte é para poucos. Deu peninha, mas ele desistiu! Aquela foto sua do Face está tão linda! Parece ser de uma escritora! Grande abraço pela linda e proveitosa história!

✿ chica disse...

Teus post sempre fazem bem.Lindas reflexões! beijos,tudo de bom,chica

Priscila Rodrigues disse...

É.. Mas sempre dá aquela dúvida: Será? E se não for? Eu tentei ou só perdi tempo?.. rs.

Ótima reflexão, amada.

Beijos.

Imac by Artes disse...

Tetê querida!
Ótima história para reflexão.
A maioria das pessoas desistem de seus sonhos na primeira dificuldade.
Precisamos ser mais persistentes e acreditar.
Abraços! Boa noite e uma quinta feira
abençoada pra ti.

MARY Am disse...

Olá,Amiga Tetê! Tudo bem?
É isso mesmo:"Nunca desista..." Devemos insistir e não parar ao primeiro obstáculo!
Se vc quiser conhecer os tons e novos Esmaltes, que deixarão nossas unhas mais belas neste Inverno, visite meu blog "NATUREZA FEMININA".
http://naturezafeminina.zip.net
Te espero lá!
Ótimo Restinho de Semana!
Bjsss, MARY.

Misturação - Ana Karla disse...

Grande sabedoria.
Eu sempre desisti de meus projetos, mas de anos pra cá vou firme até o fim.
Xeros

Pollyanna Monteiro disse...

Que alegria receber comentários e, com eles, o carinho dos amigos! Muito obrigada por sua visita! Graça e Paz! Beijos no seu coração. Polly

Peregrina da Paz disse...

Oi! Muito bom o seu post! Fiquei feliz com a sua visita! Já atualizei! Beijos e Deus te abençoe! Leila

Suzuki disse...

Olá! Feliz de ver seu comentário lá no blog! Gosto de tê-la entre meus amigos! Atualizei... Dá um pulinho lá! Beijos Suzuki