sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Tempos de escassez

Estamos acostumados a viver em um mundo em que as pessoas agem na expectativa de reciprocidade. A ação traz uma reação. Infelizmente, não se encontra sabor nas relações desinteressadas. A suposta amizade vive de expectativas.
O que o outro pode me proporcionar?
Que ganho terei ao ir a tal evento?
Quem é fulano? O que ele faz? É filho de quem?
Tempos em que os adornos valem mais do que o essencial. Tristes tempos. As amizades interesseiras têm prazo de validade. As relações são inconsistentes.
Tempos de escassez de atitudes de misericórdia
– descartar uma pessoa é mais fácil do que se desfazer de um objeto de estimação. Falta estima pelo ser humano. Vivemos em uma sociedade em que o consumo coisifica a pessoa. Quanto mais se tem, mais se deseja e, quando não se tem, o desejo também faz questão de ficar. Falta um sonho de vida e sobram angústias pelas ausências desse sonho. Não podemos permitir que os erros vençam os acertos, que a superficialidade ocupe mais espaço que a densidade do mundo intrapessoal. É preciso resgatar os valores que nos conduzem à felicidade.
O mal não pode vencer o bem.
Se as atrocidades nos incomodam, se a banalização da violência nos assusta, é preciso ir além. Além do que os nossos olhos podem ver, além do que os nossos sentidos podem captar. É preciso ir além e chegar ao recôndito do nosso coração onde só a linguagem da alma, dos sentimentos, da simplicidade e da fé é capaz de alcançar.
- Gabriel Chalita, no prefácio do livro Ágape -

Que possamos fazer de 2011, um ano propício para o resgate dos valores que nos conduzem à felicidade. Vamos ser persistentes em realizar nossos sonhos, mas sem ansiedade, sem pressa, esperando em Deus essa realização. Entregar nossa vida a Deus não significa que não teremos problemas... Significa que Ele nos dará tranquilidade diante das dificuldades e esperança da vitória. Entregar a vida nas mãos de Deus é a prova de que cremos que Ele nos ama e está conosco hoje e sempre!

10 comentários:

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita! Feliz 2011! Beijos azuis!

Patricia disse...

Olá minha querida!!

Acertaste no ponto exacto, hoje as relações humanas são feitas de interesses.
E Isso chateia-me taaaaaaaanto!!!!
Por iss, minhas melhores amigas estão na net e com muita pena minha estão todas longe, umas fora do país e outras longe do meu estado :(

Mas prefiro assim.

Adoro-te minha querida e desejo-te um ano fantástico :))

Beijinhos.

Marizza Semeadora disse...

É muito gostoso chegar no blog e encontrar um comentário! Melhor que isso é vir retribuir e encontrar um post magnífico como este! Muito obrigada pela visita! O que você tem semeado? Aquilo que você semear, isso também colherá. Semeia para o Espírito e do Espírito colherá vida eterna. Deus te abençoe! Paz e Bem!

Néia (Dulci) disse...

Tetê seu texto nos faz refletir sobre o resgate de valores, de fato, estamos precisando urgentemente disso, valorizar o ser e não o ter, dar sentido às amizades pelo que elas representam e não por interesse.
Um Feliz Ano Novo para vc.
Beijos

Amanda disse...

Oi querida! DEUS abençoe sua vida e lhe dê um ano maravilhoso! Paz

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee xará!!
Adorei a mensagem, estou louca de vontade de ler o àgape....mas quem sabe agora num é mesmo?pois 2011 só está começando,rs
Estou lendo um que fala realmente sobrea a fluidez dos sentimento amor....se chama amores liquidos....td tão inconsistente.
Um 2011 de muita paz!!
Bjkss♥

Gracinda disse...

Muito obrigada por sua amável visita! Acabo de atualizar e estou te esperando! Bom final de semana! Feliz 2011! Paz, Luz e Harmonia!

Sonja Yeda disse...

Olá amiga! Muito obrigada pela visita! Sua reflexão está muito boa. É importante estarmos sempre refletindo! Beijos e bom final de semana! Sonja

Samantha: disse...

A Paz de Jesus e o Amor de Maria! Tudo bem? Espero em Deus que sim! Muito bom esse seu post! Boa reflexão! Obrigada por sua visita! Atualizei agorinha. Beijinhos e uma semana abençoada! Samantha

Priscila Rodrigues disse...

É o que eu pretendo.. resgate dos meus propósitos, do que me faz feliz.. das simples coisas, do que eu fazia, do que eu compartilhava, das minhas paixões..

Espero resgatar tudo que eu gosto e preciso.

Desejo-lhe o melhor, amiga, a felicidade plena e paz de espírito sempre.

Todos os bons desejos realizados.

Feliz 2011..

Beijos enormes.