quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

6º encontro: Os pastores e o Menino

O encontro do anjo com os pastores se expande. Eles são cercados pelo exército celeste de anjos que cantam e louvam. Céu e terra se unem nessa visão da glória celeste. No nascimento de Jesus, céu e terra se unem mutuamente e a paz de Deus desce, em seu Filho, para os homens. Acontece nesta hora o encontro entre o céu e a terra, entre Deus e nós.
O encontro com os anjos habilita os pastores a se porem a caminho, à procura do Menino Jesus. Os pastores foram às pressas e encontraram Maria, José e o Menino reclinado na manjedoura.

Os pastores que estavam espalhados cá e lá, cada qual guardando o rebanho, vão se aproximando um do outro. Quebram o silêncio da noite e começam a conversar entre si. A conversa entre eles os põe em movimento. A palavra que o anjo anunciou aos pastores acontece no nascimento de Jesus. Torna-se visível no Menino.
Eles olham o Menino, conversam sobre ele e entendem o mistério que envolve o Menino na manjedoura. Os pastores sentem-se impelidos a levar avante o que ouviram e viram.

Trocamos constantemente palavras em família e utilizamos muitas palavras em nossa vida profissional. Frequentes vezes são palavras vazias, impensadas. Mas atuam sempre. Palavras tornam-se sempre acontecimento. Ofendem ou curam; fazem a pessoa exultar e rejubilar ou deprimem, deixando tristeza e depressão. Para o bom resultado do encontro são decisivos o modo como a gente fala e as palavras que a gente usa.
A adoração do Menino muda as pessoas. Esta é a mensagem dos pastores para nós. Deveríamos ir às pressas para o presépio com tudo o que somos. Não precisamos levar presentes de valor, simplesmente nós mesmos, como somos, com nossas forças e fraquezas, com nossa rudeza e nosso amor, com nossos anseios e nossas dúvidas, com nossos sucessos e nossas mãos vazias. A adoração do Menino vai transformar-nos também.
O Natal deve transformar-nos, para deixar penetrar em nosso coração a paz que os anjos cantaram e assim nos encontrarmos mais pacificamente com nosso próximo. Se eu me encontrar realmente com o outro, o céu se abre para nós dois.
- Anselm Grün -

Até o Natal, esse será o tema dos posts aqui no Livre Pensamento. A cada post trarei um dos encontros narrados pelo evangelista Lucas, sempre com uma reflexão de Anselm Grün para nossa época. Ele nos leva a encontrar o Menino Deus e, com certeza, o Natal este ano terá um colorido especial!

6 comentários:

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

Aliny disse...

nuxaaaaa me emocionei ...Se eu me encontrar realmente com o outro, o céu se abre para nós dois:) esse finalzinho do texto eh D+ ...tks miguxinha...Bjinhux

Ane disse...

Oi Tetê!Li todos os encontros,deu pra me atualizar nos teus posts sôbre o Natal.Mandei uma cartinha ontem pra vc,tomara que chegue antes do Natal.Um beijo!

Peregrina da Paz disse...

Oi Tetê! Muito bom o seu post! Fiquei feliz com a sua visita! Já atualizei! FELIZ NATAL! Beijos e Deus te abençoe! Leila

B@bi disse...

Reverências! Fico muito agradecida por sua visita! Seu blog é muito bom e uma enorme alegria vir aqui! Muito obrigada! B@bi

Luh® disse...

Oiii, passadinha rápida pra te desejar um Feliz Natal, e que Jesus renasça em seu coração trazendo mta paz a vc e a toda sua casa! Bjus =)
Luh - www.esperandonajanela.zip.net