quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Direitos para todos

Há 60 anos, em 10 de dezembro de 1948, a Organização das Nações Unidas proclamou a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Seus trinta artigos são considerados um ideal a ser atingido por todos os povos do planeta, e afirmam que os seres humanos, sem exceção, têm direito à vida digna, moradia, alimentação, estudo, oportunidades e respeito à liberdade de opinião política, crença, usos e costumes.
Nascida nos escombros da Segunda Guerra Mundial, com seus 50 milhões de mortos, e como reação à opressão, a Declaração reitera que as pessoas “nascem livres e iguais em dignidade e direitos”, e devem agir sempre com espírito de fraternidade.
Conhecer a Declaração é o primeiro passo para sermos, em nossa vida cotidiana, cidadãos ativos, conscientes dos nossos direitos e deveres.
- Chico Alencar, autor de Educar na esperança em tempos de desencanto -

Muitos avanços já ocorreram no campo dos Direitos Humanos mas ainda há muito a se pôr em prática. Se você não conhece a Declaração, clique aqui para ler.
Que hoje possa ser um dia de reflexão.

Até amanhã!

2 comentários:

Ana Maria disse...

Direitos Humanos.
Somos todos iguais.
Pena que existe muita desigualdade.
Uma boa noite amiga!
Beijinhos iluminados!

Aliny disse...

Infelismente os Direitos Humanos ficou soh no Papel..